Páscoa Literária - Reescreva uma cena evitando que um personagem querido morra. {SPOILER ALERT NO MÁXIMO}

Olá! A Estante da Mi agora faz parte de um grupo incrível chamado Blogagem Literária Coletiva, dentre todas as coisas lindas do grupo existe um tema do mês para que escrevamos e compartilhemos o artigo feito.



O tema do mês foi o seguinte: mudar a sorte de um personagem querido, que algum autor do mal tenha matado. Mas para que isso aconteça, vocês terão de reescrever uma cena que mude completamente o final do personagem. Impedindo assim, que ele tenha o final que teve. Agora está nas suas mãos a vida daquele personagem que você tanto ama! Boa sorte e boa páscoa!

(P.S.: Não vale mudar O FINAL! Você tem que mudar alguma cena, que impeça o final trágico do personagem).


Que coisa mais simples e ao mesmo tempo mais difícil de ser feita, hein!
Nossa Senhora das Boas Leituras que me perdoe mas foi tão difícil escolher um personagem para mudar o destino! Afinal é pela morte de alguns personagens que os outros vão crescer, vão se desenvolver e ser quem eles se tornam depois disso. Afinal a vida é um ciclo e a morte, parte dele. 
Porém eu preciso, hipoteticamente, mudar o destino de alguém, não é mesmo? Então eu elegi, sem pensar muito nas consequências disso, que vou reescrever uma cena de "Quem é você Alasca". Um livro que mexeu muito comigo, embora eu achei pouco explorado, eu gostei muito! Então, coloque o cinto e esse é o último aviso: Tem spoiler nesse post! 



Lá vai:

Acordei assustado com as batidas na minha porta. Quem seria a essa hora?
- Hey! Você está acordado? - era a voz dela. 

Abri a porta e fui quase jogado pra dentro, ela chorava compulsivamente em meus braços, soluçava e entre uma lágrima e outra dizia: não consigo fazer isso.
Eu a acalmei, a convenci para sair do meu quarto e darmos uma volta no campus. Tomamos um whiskey que o Capitão havia escondido no nosso esconderijo na floresta, e lá, na beira do lago conversamos sobre as incertezas, as dores e as inseguranças que a vida nos traz. Ela sofria muito e pela primeira vez se mostrou frágil e pediu minha ajuda para lidar com sua dor.
Não deixei que ela partisse, a consolei e a fiz rir, o perfume dela, o sorriso, o jeito com que ela mexia no cabelo, até mesmo suas lágrimas me faziam ter a certeza de que  Alasca naquele instante, era o meu grande talvez. E o que o destino nos reservava eu ainda não sabia, mas aproveitaria o máximo enquanto me fosse permitido.

Então, naquela noite Alasca não pegou o carro, não saiu na rodovia, não se acidentou e não morreu. Acredito que esse momento de demonstração de fraqueza e compartilhamento da dor pode fortalecer as pessoas e evitar que algo trágico ocorra. Quando uma pessoa demonstra que se importa com a outra e quando diminuímos o orgulho para pedir ajuda daqueles que amamos, fica mais fácil encarar os problemas.

Espero que vocês tenham gostado. 
E aí, vocês queriam reescrever alguma cena e mudar o destino de algum personagem? Me conta nos comentários! 

9 comentários:

  1. Eu nunca li o livro, mas fiquei curiosa pra ver o que você escreveu, hahahaha GOSTEI MUITOOO <3 Seria melhor se tivesse acontecido assim né?! HAHAH Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente sempre quer que tudo acabe bem, não é mesmo? hehehe. Que bom que gostou! Não foi fácil escolher um personagem. Obrigada <3

      Excluir
  2. Jesus eu adorei o que tu escreveuuu, e seria um belo modo de acontecer, mas john green n eh tao legal a esse ponto kkkk

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA Verdade, ele não é tão legal! Ai obrigadaaaa! Que bom que gostou! =)

      Excluir
  3. Hey, Mi!
    Menina, você arrasou!
    Ainda não li esse livro do tio João verde, mas também não tenho a coragem necessária para tal. Portanto, vou ficar com sua versão, que ao meu ver, ficou mais bonita e plausível! haha.
    A cena ficou ótima!!
    Mil beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o único livro dele que eu li, depois que uma amiga me obrigou a ler hahaha Eu gostei bastante do livro, achei meio superficial, mas é bem legal. Que bom que você gostou! Agora já sabe o final da história - ou melhor - o meio heheheh.
      Obrigada!
      Beijão

      Excluir

  4. Ainda não li esse livro, mas adorei o que você escreveu ♥
    Realmente quando demonstramos o que sentimos e pedimos ajuda tudo fica mais fácil, mais leve ♥
    Arrasou no post.
    Adorei a sua escolha e seja muito bem vinda a esse clubinho tão amor.
    ótimo final de semana
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, adorei a sua reflexão no final! :D Concordo totalmente,as pessoas acham que compartilhar sentimentos é fraqueza, quando na verdade é isso que fortalece.

    ResponderExcluir
  6. Oi Mi!

    Parabéns pela postagem. Adorei seu blog. Muito bem organizado e de muita personalidade.

    Abraço!!

    ResponderExcluir

por Milene Farias desde 2016. Tecnologia do Blogger.