Filme: Orgulho e Preconceito e Zumbis (Só gostei do figurino)

16:43:00

Você provavelmente já ouviu falar na Jane Austen  e também é muito provável que saiba sobre o maior e mais aclamado romance dela "Orgulho e Preconceito".
Agora imagine que um dia você está numa roda de amigos falando sobre filmes e surge o tema "zumbis" cada um fala sobre suas preferências e eis que um deles tem uma "brilhante" ideia -SQN - "-Vou inserir zumbis em uma história clássica! E vai ser com Orgulho e Preconceito"!

 no the office steve carell michael scott no gif GIF

O gênio que teve essa ideia foi Seth Grahame-Smith que escreveu o livro "Orgulho e Preconceito e Zumbis" só que não parou por ai e esse livro foi adaptado para o cinema, sendo lançado em 2016.

Eu, particularmente, não gosto muito do tema zumbis - prefiro múmias, vampiros, lobisomens etc, mas zumbis é meio "arff". E quando eu soube dessa maravilhosa notícia a minha curiosidade foi maior que meu senso crítico e então, eu assisti ao filme - mas não li e nem lerei o livro -.

Sobre o filme:

Essa é a sinopse: Na Inglaterra do século 19, uma praga misteriosa torna o país em um campo de guerra. Ninguém está a salvo uma vez que os mortos voltam para aterrorizar os vivos. A situação faz com que Elizabeth Bennet, mestre das artes marciais e armas, una-se ao Sr. Darcy, um cavalheiro bonito, mas arrogante. Deixando de lado as suas diferenças pessoais, eles se juntam em uma tentativa de salvar seu país.

ABC Network happy excited clapping modern family GIF

Algumas pessoas gostaram da ideia. Num primeiro momento eu pensei: isso é uma sátira, tem que ser, Deus, QUE SEJA uma sátira!
E pesquisei muito para concluir que sim, é uma paródia da Lizzi e do Darcy.




"Orgulho e Preconceito" é uma das obras favoritas da minha vida!E também é a de muitas outras pessoas que eu conheço. E eu não sei qual foi a sensação que essas pessoas tiveram ao ver esse filme sendo lançado, mas eu pensei que ia ser um fiasco caso não fosse tratado como uma paródia.

O filme deu errado  desde o início só para citar algumas coisas: vários diretores foram desistindo no meio do caminho, a atriz principal que era a Natalie Portman também abandonou o projeto.
E assim foi até que Lily James (Cinderela) aceitou o papel da guerreira badass Lizzi Bennet e junto com suas 04 irmãs barra pesada iam usar todas as técnicas Shaolin que aprenderam na China para derrotar os zumbis. Sim - na China. Mas não tem ninja nem fumacinha no filme. 



Para ter um norte ao falar desse filme, porque eu fiquei sem reação ao assistir e quando ele terminou também, eu analisei as críticas de algumas fontes especializadas em cinema. O resultado é que é um filme bem mediano, não leva mais que 3 estrelas numa máxima de 5 e  tem um roteiro fraco além de efeitos especiais bem toscos.

Eles apenas reescreveram "Orgulho e Preconceito" - sério, as falas são idênticas em quase todos os momentos - e largaram de para quedas uns zumbis na história.

Você não entende se o filme é de ação, aventura ou comédia. É uma mescla meio sem sentido disso tudo no final das contas. E o pior de tudo é que tem atores muito bons no filme como a Lena Headey (a Cersei de Game of Thrones) o Charles Dance (Twyin Lannister) o Matt Smith (Doctor Who) Siiiim! Todos eles!




Talvez - frisem o talvez - se eu não tivesse lido nada da Jane, não tivesse assistido as adaptações da obra dela, se eu não fosse tão apaixonada pelo Universo Austen. TAL-VEZ eu tivesse curtido o filme, até me divertido mais, porque o tempo todo eu ficava comparando as falas, a sequencia na história e os gestos dos atores e pensando: "não é possível" "sério?".


Pontos Positivos:
Vou destacar como pontos positivos a construção de personagens femininas muito fortes, exatamente, no meio de toda essa confusão de zumbis e guerreiras da China as mulheres são trabalhadas com falas e ações que dão destaque para elas. A Lena Headey que interpreta a tia do Darcy nesse filme é a maior guerreira de toda Londres, embora apareça pouco nota-se o destaque dela. A Lily James que faz a Lizzi também atuou bem, convenceu de que ela era bem orgulhosa de si mesmo e que aliança nenhuma faria com que ela largasse sua espada.




Outro ponto positivo é o Matt Smith que faz o primo Collins, aquele cara sem noção da história, que quer casar com Lizzi. Ele arrasa no papel, veio para trazer um alívio cômico e ele faz isso com muita leveza, sem forçar humor. 
Só isso eu queria destacar. Porque não gostei do Darcy, alias, Coronel Darcy.



Eu diria que se você for assistir vá de cabeça e coração bem aberto, dá pra dar algumas risadas sim. Mas que o filme é bem tosco, isso é, não tem como negar. Tanto que ele ficou com 48% no Rotten Tomatoes (maior site especializado em análise de filme do mundo) para ter uma ideia a adaptação de 2005 - a mais famosa de Orgulho e Preconceito- tem 85%.

Então, se você estiver a fim de encarar esse filme para uma distração de final de semana, aproveite e tente se divertir com essa turminha do barulho que vai sacudir o mundo dos zumbis!



Um beijo e até a próxima!
Arrivederci!







8 comentários:

  1. Eu amei seu post e suas críticas. Eu não conheço Orgulho e preconceito e nem a autora, mas todos falam maravilhas dela e quero muito conhecer. Não tenho muito o que falar pois não conheço kkkk, mas as vezes eles simplesmente cagam nas historias querendo sucesso e sempre é ao contrario.

    Adorei um beijo.

    sussurrandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jhen! Leia um dia, você vai amar! Sim, é verdade! Não sei como conseguem estragar filmes, ainda mais os clássicos! haha

      Excluir
  2. É que embora seja inspirado na famosa obra, não tem pé nem cabeça, copiou os diálogos e colocou os zumbis no meio....Assim não sei porque fizeram o livro, que dirá o filme....enfim.....eu achei uma bosta, só vi até o fim, porque marido estava vendo e por acaso eu estava na sala, sentada no sofá diante da tv...de novo, enfim...... Eu até curti a protagonista, coitada da atriz, ter aceitado fazer essa merda, mas ela foi profissional! E também super curti o figurino, ah achei demais, muito bonito....acho que foi o que salvou do filme. E pasme, ainda foi dublado que vi...imagina o terror ainda maior - odeio filme dublado
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Rê! Eu fui lendo seu comentário e concordando com tudo o que lia! HAHAH Pior que eu também vi dublado, o que era aquela voz do Darcy? Meu Deus! Eu ria de vergonha vendo as cenas. Não consegui entender como uma atriz que fez Cinderela foi querer ser a Lizzi Bennet Ninja Matadora de Zumbis, mas ela atuou super bem. HAHAHAHA O cachê deve ter sido bom. Realmente as roupas e os cenários achei muito bonitos. Mas nunca vou entender o que se passou na cabeça do autor do livro e desse diretor. :/

      Excluir
  3. Deus tenha misericórdia dessas almas abusadas! E que abençoe nossa amada Padmé por ter tomado juízo a tempo!
    Por Deus, onde já se viu uma coisa dessas?! >_<

    Que bom ver que não sou a única que abomina essas coisas! hahaha
    Beijinhos, Mi!
    Luar de Livros

    ResponderExcluir
  4. Estou até com medo de ler o livro e ver o filme, amo tanto "Orgulho e preconceito". Suas críticas foram ótimas. Adorei!

    sinopsedoslivrosjenni.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ah não Mi! Não creio que não gostou!haha Eu amei. Achei a atriz que faz a Elizabeth linda! Farei a resenha desse filme depois que eu conseguir ler o livro.
    Um beijo ♡
    Resenhando por Marina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ma, achei lindo os figurinos e amei a atriz! Até o Collins eu curti. Mas não gostei do roteiro. Os zumbis ficaram meio de enfeite na história. Não tive nem coragem para ler o livro. Mas com certeza quero ver a tua resenha. Beijoo!

      Excluir

por Milene Farias desde 2016. Tecnologia do Blogger.