Resenha #23: Novembro, 9 - Colleen Hoover

Autor: Colleen Hoover
Título: Novembro, 9
Edição: 1ª edição
Editora: Galera Record
Ano de publicação: 2016
Nº Páginas: 351
Gênero: New adult


    Fallon sobreviveu a um incêndio aos 16 anos. Esse incidente alterou o rumo da sua vida, já que seu sonho era se tornar uma atriz famosa e agora ela carrega profundas marcas do pior dia de sua vida. 
    Dois anos depois, no aniversário daquele dia fatídico ela conhece Ben, um menino doce, gentil e engraçado que não olha para ela como todos os outros a olham desde o incêndio, porém esse também é o dia que ela está se mudando para Nova York. Depois de um dia maravilhoso juntos, eles fazem um acordo de se encontrar todos os anos nessa mesma data.


Sinopse: 

Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?"


Colleen Hoover (CoHo) é a minha autora favorita e pretendo resenhar todos os livros dela aqui no blog. Irei começar com o que li mais recentemente e como sempre, me arrancou lágrimas, sorrisos e mostrou belas lições.
Os livros da CoHo são muito bem escritos, a história sempre surpreende, tem drama, romance e profundidade. Toda vez que leio um livro dela sinto como se tivesse vivido aquela história ou como se tivesse assistido ela acontecer diante dos meus olhos.

Quando você encontra amor, você o aceita. Você o agarra com as duas mãos e faz tudo o que estiver ao seu alcance para não deixá-lo ir. Você não pode simplesmente se afastar dele e esperar que ele permaneça até você estar pronto para isso.




    Esse livro retrata uma história de duas pessoas que se conheceram no momento errado da vida e que precisam amadurecer antes que possam ficar juntas.

     Depois do incidente, Fallon perdeu toda a sua autoestima e seu coração se encheu de raiva e rancor. Esse livro mostra principalmente a evolução dela e como Ben a ajudou a recuperar sua vida, mesmo com apenas um encontro ao ano.

     Na minha opinião, a leitura é fluída e nos transporta para dentro do livro. A ideia deles se falarem apenas uma vez a cada ano foi genial (apesar de já haverem livros assim). A princípio achei que esta dinâmica deixaria o livro raso e mal feito, mas por incrível que pareça eu não senti falta de nada. A passagem de tempo foi muito bem-feita e o romance muito bem desenvolvido. As coisas que acontecem nos períodos de tempo entre os dias 9 de novembro foram muito bem pensadas, de maneira que podemos ver reflexo deles nos personagens.


Eu não quero ser seu primeiro, Fallon, eu quero ser seu último.


Sobre os personagens principais desse livro:

    Fallon- Aos 16 anos ela estava na casa do pai dormindo e ocorre um incêndio, porem o pai não se lembrou que ela estava na casa e os bombeiros demoraram para resgatá-la. Essa demora causou grandes sequelas psicológicas e físicas.
    A personagem possui uma história triste, pois ela vê sua carreira de atriz desmoronar depois do incêndio que quase a matou e sua autoestima, que antes era muito alta, agora quase não existe.
É gratificante ver que, à medida que o livro avança, a força, a autossuficiência e a autoestima que ela adquire.

    Ben- Um escritor que depois de ter cometido um erro na adolescência começou a se sabotar. Até que ele vê em Fallon uma chance de retornar a ser quem ele era.




O livro é muito bonito e tem uma diagramação excelente. As folhas são amarelas e ele possui orelhas. A Galera Record sempre faz um excelente trabalho de tradução e impressão. A capa, na minha opinião, é linda com toque em verniz e possui a imagem da capa idêntica a versão norte americana.

Eu rio, aliviado que ela… que ela, simplesmente, existe; e que temos a sorte de existir no mesmo espaço de tempo, no mesmo lugar do mundo, no mesmo estado; e que, após todos esses anos, eu, surpreendentemente, não mudaria um único detalhe do que acabou nos juntando.

Nota do livro: 5/5


Você pode adquirir esse livro na Amazon


Me encontre no Skoob e no Instagram


Espero que gostem da leitura! Até a próxima
-Clara Liz Brito Moreira 





Nenhum comentário:

por Milene Farias desde 2016. Tecnologia do Blogger.