[Resenha] #66: O Fantasma de Canterville e Outros Contos de Oscar Wilde

FICHA TÉCNICA
Título: O Fantastama de Canterville e Outros Contos
Editora: Nova Fronteira
Edição: 3
Ano:  2017
Nº de Páginas:  160


 SINOPSE
"Oscar Wilde foi um dos maiores escritores de língua inglesa, e esta coletânea reúne o que há de melhor em sua literatura: a crítica social em forma de sátira, o humor sagaz e as reflexões sobre a contraditória e injusta sociedade vitoriana. No conto que dá nome ao livro, o fantástico, o terror e a comédia se combinam numa trama genial: um fantasma que há tempos assombra uma casa no interior da Inglaterra é agora aterrorizado pelos novos moradores do lugar. A obra ainda inclui outras famosas histórias de Wilde, como "O príncipe feliz", que vem encantando diferentes gerações de leitores."


CRÍTICA

Em O Fantasma de Canterville, novela escrita em 1887 e que abre essa coletânea, Oscar Wilde nos apresenta a história de uma família norte-americana que vai morar numa mansão inglesa habitada por um fantasma, que vê o feitiço virar contra o feiticeiro quando não consegue, mesmo usando de todas as artimanhas, assustar os novos moradores. Ao contrário, se vê aterrorizado e atormentado pelos inquilinos. 


 --Temo que o fantasma exista - disse Lorde Canterville sorrindo - , embora tenha resistido às propostas dos ativos empresários americanos. É bastante conhecido há três séculos, desde 1584, e sempre aparece antes da morte de algum membro da nossa família. .-- Bem, o mesmo faz o médico, Lorde Canterville. Fantasmas não existem e acho que as leis da natureza não vão ser suspensas pela aristocracia inglesa." - trecho do livro O Fantasma de Canterville, de Oscar Wilde.




Com a divertida inversão no enredo, o autor brinca com o confronto entre o velho mundo e o novo mundo, confirmando sua genialidade na arte narrativa.


Conhecido por seus aforismos e senso de humor ácido, Wilde utilizava suas obras como pano de fundo para expor o comportamento da sociedade vitoriana.


Ainda no colégio, tive a sorte de ler seu único romance. É claro que eu ainda não tinha maturidade suficiente para entender todas as questões apresentadas na trama, mas eu fiquei tão fascinada pela história que até hoje, depois de tantos anos e centenas de livros lidos, O Retrato de Dorian Gray ainda é o meu livro favorito da vida e Oscar Wilde ganhou pra sempre meu coração. . .
.
Nota : 5 / 5

Nenhum comentário:

por Milene Farias desde 2016. Tecnologia do Blogger.